Saiba porque tantas mulheres fingem o orgasmo


Toda mulher já fingiu um orgasmo pelo menos uma vez na vida. Acredite, você não está sozinha. Há estudos mostrando que 60% das mulheres ao redor do mundo mereciam receber um prêmio
Toda mulher já fingiu um orgasmo pelo menos uma vez na vida. Acredite, você não está sozinha. Há estudos mostrando que 60% das mulheres ao redor do mundo mereciam receber um prêmio pela performance entre os lençóis. A gente consegue enganar direitinho, segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Indiana, nos EUA, e publicada no Journal of Sexual Medicine. Foram ouvidos 6 mil participantes, e os números mostram o seguinte: 85% dos homens garantiram que sua parceira chegou lá nas últimas relações. Mas apenas 64% das mulheres realmente atingiram o clímax.


São muitos os motivos que levam o sexo feminino a simular pequenos suspiros, gemidos e até dizer palavras que não repetiria na frente da tia para convencer o parceiro. Uma pesquisa da Universidade de Temple, na Filadélfia, nos EUA, revelou alguns deles: o medo de ficar vulnerável, insegurança sobre a própria performance e até usar o fingimento para aumentar a excitação. "É impressionante que nos dias de hoje, com tanto esclarecimento, ainda haja mulheres que simulem o orgasmo", espanta-se o sexólogo Amaury Mendes Jr." Mas sempre que há um homem e uma mulher na cama muita coisa entra em jogo", completa ele. Caso você ainda não saiba, descubra agora quais são os principais fatores que podem levá-la a blefar na alcova.


Medo da vulnerabilidade


Se uma mulher não está emocionalmente pronta para se abrir com o parceiro, fingir pode ser um caminho para manter o cara ao alcance dos braços. "Há uma vulnerabilidade e um risco emocional que vêm junto com o clímax na frente de alguém", diz Yvonne K. Fullbright, autora de Sultry Sex Talk to Seduce Any Lover (inédito no Brasil). Um orgasmo autêntico exige "uma verdadeira entrega à experiência e nunca se preocupar em ser julgada", ela diz. As causas dessa pouca coragem em se entregar podem ser muitas: falta de confiança no parceiro, medo de rejeição, de perder a própria personalidade, experiências anteriores com parceiros que se tornam pegajosos demais. Mas, se você resistir a se entregar, é praticamente impossível ter um prazer autêntico.


Falta de consciência sobre o corpo


"Algumas mulheres não sabem exatamente quanto tempo levam para chegar ao clímax ou o que na verdade é preciso para levá-las até lá", diz Vivienne Cass, autora de The Elusive Orgasm (inédito no Brasil). "Elas veem essas mulheres altamente orgásticas nos filmes e acham que isso é a regra", ela diz. Enquanto isso, os homens que assistem a filmes pornôs - ou seja, quase todos eles - estão acostumados a assistirem a mulheres chegarem lá em segundos, o que aumenta ainda mais a pressão.


Medo de ficar rotulada


Desde que a pílula anticoncepcional surgiu e liberou a mulher para sentir prazer, atingir o orgasmo passou a ser praticamente uma obrigação. Se não tem que se preocupar em engravidar, o que a impede de chegar junto, certo? "Recebo meninas de 16 anos em meu consultório preocupadas por não atingir o clímax", conta Mendes Jr. A mídia, ao mostrar mulheres indo e voltando do céu junto com o parceiro como quem pega o metrô, acentua ainda mais a ideia de que é muito simples, de que qualquer um consegue a qualquer momento. E, se não conseguir, é porque é frígida. Ninguém quer esse rótulo.


Rotina


Quando o casal transa sempre às sextas-feiras depois da pizza, é quase inevitável aquela sensação de "Vamos acabar logo com isso que eu tenho cabeleireiro amanhã logo cedo". E o caminho mais rápido, no geral, é fingir. O sexo, para funcionar como um caminho de mão dupla, precisa de certo empenho. "Não basta chegar, fazer e achar que o orgasmo está garantido", diz Mendes Jr. Se você não estiver disposta a dispender energia, será apenas um ato mecânico.


Achar que está sendo traída


Um estudo da Universidade de Columbia, nos EUA, divulgado em novembro, mostrou que mulheres que não estão muito certas da fidelidade do parceiro apresentam uma tendência maior a fingir o orgasmo. Faz parte de um pacote de comportamentos para tentar "segurar o homem" e evitar que a relação acabe. Cinquenta e quatro por cento das entrevistadas revelaram que fingiam o orgasmo, exatamente o grupo menos seguro da fidelidade do parceiro.


Aumento da libido


Suspiros, sussurros, respiração arfante podem funcionar como um interruptor que liga algumas mulheres, de acordo com uma pesquisa de Erin B. Cooper, estudante de doutorado em psicologia da Universidade de Temple. No estudo, as mulheres contaram que aumentar os sinais de que estariam chegando ao orgasmo melhora também seu nível de excitação e as deixa mais disposta para o sexo. Faz sentido: se você parecer estar à beira do êxtase, o rapaz ficará mais propenso a entrar em alta rotação, aumentado as chances de um autêntico grand finale.


De vez em quando pode?


Um blefe ocasional não é tão danoso assim. Há dias em que tudo deu errado e você quer resolver logo a questão para poder dormir. Alguns especialistas acham que, se isso acontecer uma vez a cada eclipse lunar total, não há problema. "Tem homem que até merece. Sabe aquele tipinho que fica perguntando se você já gozou, se vai gozar?", brinca o sexólogo Amaury Mendes Jr. "Uma mentirinha de vez em quando pode acalmar o sujeito." Mas isso deve ser exceção, não regra.


1. Comece gemendo devagar e baixo, mantenha os olhos meio abertos e a expressão neutra. Entre os gemidos, fale algumas palavras de encorajamento, como "como isto é gostoso".


2. Gradualmente, comece a gemer mais alto, fique com a respiração mais rápida e pesada. Mas tem que ser gradual. Se você mudar o ritmo de uma hora para outra e começar a gritar, vai parecer falso.


3. Faça mais caras e bocas. Morda o lábio inferior, abra ligeiramente a boca, pressione os dentes, aperte os olhos.


4. Use o corpo todo. De forma "involuntária", estremeça as pernas de forma que os corpos se massageiem, mas sem que pareça que você está tendo um ataque epiléptico.


5. Acelere ainda mais o ritmo da respiração, morda os lábios e diga: "estou quase lá".


6. Abrace-o com força, finja que está perdendo o controle. Grite, vire a cabeça para os lados, morda os lábios, diminua o intervalo entre as respirações, faça o que normalmente faz quando está tenho um orgasmo de verdade.


7. Enquanto tem o orgasmo, com todas as caras e bocas, diga que quer que ele goze também.


8. Imediatamente, elogie a performance dele, com a voz ainda cheia de manha e gemidos. Diga que foi incrível enquanto se esfrega no corpo meio com preguiça. Você está cansada, lembra?
READ MORE - Saiba porque tantas mulheres fingem o orgasmo

Saiba como deixar o sexo mais gostoso


Quando você acelera as preliminares, não chega totalmente excitada ao evento principal (Imagem:Dreamstime)
Quando você acelera as preliminares, não chega totalmente excitada ao evento principal
No sexo, leve ao pé da letra o princípio "A virtude está no meio": falta ou excesso de umidade podem fazer sua noite fracassar. "Quando a mulher apresenta excitação sexual adequada, a lubrificação vaginal chega a seu máximo e favorece a penetração", afirma o ginecologista Edílson Ogeda. Assim, a transa rola sem desconforto ou dor, o que só faz seu prazer aumentar. Vale saber que a lubrificação é diferente em cada mulher. Se na hora H você percebe estar seca, não se preocupe além da conta. Basta descobrir quais são as razões e as soluções para que o sexo volte a ser muito mais suave.

Cadê a lubrificação?

Cerca de um terço das mulheres jovens afirma sentir falta de lubrificação, de acordo com pesquisadores da Universidade de Indiana, nos EUA. Às vezes, a culpada é a pressa. Quando você acelera as preliminares, não chega totalmente excitada ao evento principal. Péssima jogada: "Na ausência da secreção, a penetração torna-se difícil e dolorosa", diz a ginecologista Elisabete Dobao, do Rio de Janeiro. E, pior, contribui para infecções causadas por fungos. Se o seu parceiro é do tipo que vai direto para o vamos ver, peça mais brincadeiras. Ou, melhor ainda, conte a ele que é mais vantajoso se você chegar lá primeiro. Depois do primeiro orgasmo com masturbação, sexo oral ou um acessório, as chances de você ter uma boa lubrificação para o segundo round são maiores.

Não arranque os cabelos

Outros fatores levam ao ressecamento, como o stress. "Estar de bem com a vida tem uma influência positiva sobre a libido", diz Ogeda. "Com ela em alta, a lubrificação vaginal é mais adequada." Anticoncepcionais com pouco estrógeno, infecções fúngicas não diagnosticadas, amamentação, menopausa e alguns medicamentos (anti-histamínicos e antidepressivos) são outras causas.

Sexo mais molhado

Mesmo que você não tenha problemas, os lubrificantes podem melhorar o sexo. Segundo outro estudo da Universidade de Indiana, mulheres que utilizaram o gel durante o ato relataram níveis significativamente mais altos de satisfação e prazer em comparação com aquelas que não usaram. Sexo mais confortável, você sabe, tende a ser mais quente.

Faça a escolha certa

Nas farmácias e sex shops, há lubrificantes feitos de silicone, água, petróleo e óleo. A melhor aposta, em geral, são os à base de água: seguros junto da camisinha, fáceis de limpar e sem deixar manchas nos lençóis. Ainda assim, os especialistas sugerem testar os produtos para checar se não causam alergia. Quem usa camisinha deve ficar longe de produtos de petróleo ou óleo, que podem destruir o látex. Já mulheres propensas a infecções fúngicas precisam procurar uma opção sem glicerina, que contém açúcares e promove o crescimento dos fungos.



READ MORE - Saiba como deixar o sexo mais gostoso

Dicas para evitar a ejaculação precoce




A ejaculação precoce, atualmente conhecida como ejaculação rápida, é causada apenas por fator psicológico e a grande vilã da história é a ansiedade. "Geralmente, os ejaculadores rápidos são homens ansiosos em tudo na vida. Eles se alimentam e tomam banho rápido, por exemplo", diz a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello.
A sexóloga dá uma dica para o homem começar a superar o problema sexual. "Durante o banho, ele deve ensaboar todo o corpo e por último o genital. Assim, ele aprenderá a perceber sensações em outras partes do corpo além do pênis", diz Carla.
O psiquiatra e professor da especialização em Medicina Comportamental da Unifesp, Geraldo Possendoro, afirma que para uma relação sexual o corpo masculino passa por uma espécie de "processo preparatório".
Segundo o médico, para que o homem tenha e mantenha a ereção é necessária uma série de eventos fisiológicos de diferentes naturezas, sendo um deles a ativação da divisão parassimpática do sistema nervoso autônomo, ou seja, aquele que controla automaticamente o funcionamento dos órgãos.
Já no caso da ejaculação é estimulada a divisão simpática do sistema nervoso autônomo. De acordo com Possendoro, esta região é responsável pela ansiedade nas pessoas. Portanto, o homem entra em uma relação sexual um pouco tenso, relaxa (quando ativa a divisão parassimpática do sistema nervoso autônomo) e fica um tanto ansioso ao ser estimulada a divisão simpática no momento da ejaculação. "O orgasmo por si só gera ansiedade por ser um evento futuro", explica o psiquiatra.
Conforme explicou Possendoro, o ejaculador rápido já entra ansioso na relação sexual. "Ele apresenta uma ansiedade de performance. E ao pensar que vai falhar, já ativa a divisão simpática", esclarece. "Este homem tem de mudar a maneira de pensar e sentir a situação de entrar na relação sexual. O homem deve estar física e mentalmente relaxado". Técnicas de relaxamento são trabalhadas em terapia focada na ansiedade. 

READ MORE - Dicas para evitar a ejaculação precoce

3 posições que facilitam o orgasmo da mulher

 Você tem dificuldades ou demora para alcançar o orgasmo? A sex personal trainer Rita Rostirolla revela três posições que facilitam você atingir o clímax. Teste na cama! 

Tenha orgasmos(Imagem:Reprodução)Tenha orgasmos
1. Sentada sobre ele
Sem dúvida alguma, esta é uma das posições que mais facilitam o orgasmo feminino. Quando você está por cima, pode controlar a intensidade da penetração e o ritmo da massagem no seu clitóris. Muitas vezes o homem nem precisa se movimentar - é você quem comanda o show! Uma sugestão é inclinar o corpo para a frente ou para trás, procurando o ângulo que mais lhe agrada, e ainda experimentar a posição invertida, ou seja, aquela em que você fica em cima do parceiro mas de costas para o rosto dele. O mais provável é que os dois tenham orgasmos simultâneos!

2. Papai-e-mamãe
Embora seja a posição mais comum entre os parceiros, nem sempre é bem aproveitada. Para que isso aconteça, ou seja, para que haja a estimulação do clitóris, basta colocar um ou dois travesseiros debaixo do bumbum. Assim você fica com a pélvis empinada e o clitóris mais elevado. Se estiver animada, experimente pôr os pés nos ombros do parceiro, elevando ligeiramente os quadris. Você terá o mesmo ângulo que conseguiria com os travesseiros. Acertando o ritmo, você vai ver estrelas, porque a posição permite a massagem simultânea do clitóris e do ponto G. Outro fator positivo da papai-e-mamãe é que ela também permite o contato visual entre os amantes e a troca de beijos apaixonados.

3. De quatro
Os homens costumam apreciar bastante a posição, especialmente porque têm contato direto com um objeto de desejo: o bumbum. Para você, ela também vale ouro. O pênis de seu namorado vai estimular seu ponto G, além do ponto Y, que fica no fundo da vagina, bem próximo do colo do útero. Não bastasse isso, seu amor ainda pode usar as mãos para acariciar seus seios, clitóris, e beijá-la na nuca, uma área altamente erógena. Algumas garotas reclamam apenas de desconforto nos joelhos ou mesmo na palma das mãos. Para resolver o problema, basta providenciar almofadas ou usar a cama como base para a transa. Outro aspecto estimulante desta posição é que você tem a certeza de estar excitando ao máximo o seu homem, pois ele provavelmente fantasiará que estão fazendo sexo anal. E, verdade seja dita, constatar que o parceiro está gostando da transa eleva a auto-estima de qualquer mulher!
READ MORE - 3 posições que facilitam o orgasmo da mulher

99 lições para se tornar uma expert na cama


Vai virar a poderosa na cama!












PARA PROVOCAR

1. Quando estiverem no elevador lotado de gente, deslize as mãos pela calça dele. Segure o conteúdo com vontade, fazendo-se de desentendida.
2. Vende os olhos do gato e mande-o escolher uma calcinha na sua gaveta. Se ele pegar a preta, ganha sexo oral, a fio-dental dá direito a sexo anal etc.
3. Brinquem de espelho. Tudo o que você fizer no rapaz, ele deve fazer em você. Beijo no pescoço, beijo no pescoço, lambida nos mamilos, lambida nos mamilos...
4. Monte no bonitão e se masturbe com a zona V bem próxima ao equipamento dele. Só quando você estiver encharcada é que pode deixá-lo entrar.
5. Do banheiro do bar ou da balada, mande um torpedo para o lindo dizendo que está molhadinha esperando por ele.
6. Envie para o moço, durante o dia, os links com as posições do Kama Sutra do site de NOVA. Ele saberá exatamente o que você vai querer depois do expediente.
7. Não tire a roupa dele de uma vez. Faça muitos carinhos por cima da cueca, até deixar o rapaz sem fôlego. Bem devagar. Aí, sim, é hora do contato pele com pele.
8. Faça sexo virtual pelo Skype. Deixe a câmera posicionada acima dos seus ombros para que ele veja apenas sua cara de prazer.
9. No inverno, coloque um casaco bem quente e botas. Quando entrar no carro com o seu amor, mostre a ele que você não está vestindo mais nada além disso.
10. Vá ao cinema usando uma calcinha vibratória. No meio do filme, passe o controle para ele.
11. Invista no striptease. Pratique em frente ao espelho. Não tire os olhos do gato enquanto estiver se despindo. Termine nua e ajoelhada na frente dele.
12. Tente fazer uma versão de pole dancing usando seu homem como pole (o poste). Agarre a cintura dele com as suas coxas e pendure-se de cabeça para baixo... inteiramente nua.
13. Durante a confraternização da empresa ou o jantar de família, pergunte se ele gostou do seu vestido. Depois conte que não tem mais nada por baixo dele.
14. Em um almoço de domingo, bem família, arraste o seu querido para o banheiro, totalmente de surpresa, e diga: "Quero você dentro de mim agora".
15. Coloque-o nu em uma cadeira com as mãos amarradas. Roce seu corpo no dele até que nenhum dos dois resista.
16. Use um vestido sem calcinha por baixo em um jantar formal. Tire uma foto do meio das suas pernas com o celular e envie para ele.
PARA SURPREENDER
17. Esconda uma câmera no quarto. Só revele a travessura quando a transa estiver pegando fogo.
18. Coloque o endereço do motel no GPS dele. Em vez de chegarem àquela festa chata, vocês vão se divertir em uma suíte.
19. Cada vez que forem para a cama, faça novas produções: mude a maquiagem, o cabelo, a lingerie. Dá até para brincar de diferentes personagens. Vale tudo.
20. Grite, como se fosse uma emergência, quando o gato estiver em outro cômodo. Fique esperando por ele no sofá da sala... nua
21. Convide o lindo para comer a sobremesa na sua casa depois do jantar. Deite-se nua e cubra seu corpo com pedacinhos de chocolate ou qualquer coisa gostosa que ele possa pegar com a boca.
22. Espere seu amor no carro antes de ele sair para o trabalho. Faça uma sessão surpresa de sexo oral: ele não vai conseguir tirar você da cabeça o resto do dia.
23. Organize um bingo erótico. Escreva diferentes posições sexuais em pedacinhos de papel e alternem a vez de sortear.
24. Espalhe post-its pelo quarto. Quando ele perguntar o que você fez, diga que marcou todos os lugares onde quer transar. 25 Deixe o vibrador em cima do criado-mudo com um bilhetinho dizendo: "Quero que você use isso em mim hoje". Ele vai seguir as instruções à risca.
26. Prepare um manual completo do seu corpo. Escreva em um papel o que você quer que ele faça com cada parte. "Esqueça" o guia dentro do bolso do rapaz.
PARA VOCÊ DELIRAR
27. Peça para o gato deslizar um cubo de gelo pelo seu corpo e lamber o rastro molhado bem devagar. Coloque na boca dele o que sobrou do cubinho. Você terá uma sessão de sexo oral refrescante e deliciosa!
28. Acaricie também o períneo, aquela região entre a vagina e o ânus, durante a masturbação. Passe seus dedos em movimentos de vaivém, pressionando levemente.
29. Durante a penetração, junte suas pernas, comprimindo-as. Alterne movimentos de contração e relaxamento. Você vai chegar lá mais rápido do que imagina.
30. Quando estiver se acariciando, peça uma ajudinha para ele. Guie os movimentos do moço, lentamente, mostrando como e onde você prefere ser tocada.
31. Instrua o gato a passar a língua no seu clitóris por cima da calcinha. A estimulação indireta é perfeita nessa região ultrassensível.
32. Fale para ele penetrá-la com a língua. A sensação é incrível!
33. Fique na posição de cachorrinho, com os pés para fora da cama e os joelhos bem afastados, durante o sexo oral. Peça para ele se ajoelhar no chão e chupá-la por trás. Vai ser como se você estivesse de cabeça para baixo.
34. Para receber uma sessão deliciosa de sexo oral, deite seu querido de costas e ajoelhe-se em cima do rosto dele. Além de tudo, o rapaz vai curtir o visual.
35. Sugira ao gato beijar a sua zona V em vez de apenas lambê-la. A pressão dos lábios dele vai dar ainda mais prazer.
36. Espalhe bastante lubrificante no pênis, mas não deixe que ele a penetre em seguida. Primeiro, esfregue o equipamento no seu clitóris. Quando você estiver perto de gozar, aí, sim, deixe-o entrar!
37. Coloque dois travesseiros embaixo do seu bumbum enquanto ele estiver por cima. O truque irá ajudá-lo a alcançar o seu ponto G.
38. Diga que você só vai fazer tudo o que ele quiser depois de receber uma massagem... com final feliz.
39. Passe um lubrificante que aquece a pele no pênis dele e coloque uma pedrinha de gelo na sua zona V enquanto vocês transam. O choque térmico é delicioso.
40. Dê ao rapaz um pouco de champanhe (não é para engolir). Em seguida, beije-o com vontade, até que a sensação de efervescência fique na boca dos dois. Depois, diga para seu querido derrubar aos pouquinhos o espumante pelo seu corpo e lamber tuuudo. Desde os seus mamilos até o umbigo. As bolhas da bebida e a língua quente são uma combinação de puro prazer.
41. Quando você estiver por cima, peça para ele lamber a ponta dos seus mamilos em vez de só tocar nos seus seios.
42. Tente mover devagar o corpo para a direita e para a esquerda quando estiverem transando na posição de cachorrinho. Você vai sentir tu-di-nho!
43. Enquanto o gato penetra você na posição de conchinha, faça perguntas calientes sobre as fantasias sexuais dele. As respostas sussurradas no seu ouvido irão deixá-la ainda mais excitada. Aproveite também para contar seus desejos mais picantes. Quem sabe vocês não colocam algumas das ideias em prática...
44. Para curtir melhor os incríveis segundos do orgasmo, contraia levemente seus músculos vaginais e tente manter o restante do corpo bem relaxado.
PARA FAZÊ-LO DELIRAR
45. Ponha um espelho atrás de vocês enquanto faz sexo oral no seu homem. Ele terá a visão do movimento.
46. Faça sexo oral com o gato em pé. Eles adoram imaginar que estamos submissas!
47. Coloque o lindo sentado e vende-o. Passe diferentes partes do seu corpo nos lábios do bonitão e peça para ele adivinhar o que é. Cada vez que acertar, tem direito a uma rodada de sexo oral.
48. Execute movimentos circulares com os dedos no períneo quando ele estiver prestes a atingir o orgasmo
49. Lamba o pênis e depois abocanhe-o inteirinho. Toque-se enquanto faz sexo oral nele.
50. Enquanto estiver estimulando-o com as mãos, lembre-se de que a pressão faz toda a diferença. Muitas mulheres insistem em usar menos força do que deveriam...
51. A ponta é a parte mais sensível da zona P. Use sua língua e sua criatividade para explorar ao máximo a região.
52. Use o dedo do meio e o dedão para fazer movimentos circulares na ponta do pênis, sempre com muita delicadeza.
53. Passe a língua de um lado do pênis e os dedos molhados do outro. O gato terá a sensação de que está sendo beijado por duas mulheres.
54. Envolva a base do equipamento dele com a língua e estimule a cabeça com os dedos, bem de leve.
55. Quando beijá-lo, segure a língua do lindo com os dentes e acaricie a ponta com a sua. Depois, faça a mesma coisa lá embaixo...
56. Forme um anel com o polegar e o dedo indicador. Envolva a cabeça do pênis com o anel da mão direita e a base com o da esquerda. Faça os movimentos em direções opostas.
57. Durante a penetração, segure a pele do pênis. Estique-a para trás, até os testículos. A sensibilidade do gato vai dobrar.
58. Estimule-o com as duas mãos. Uma acaricia o pênis e a outra os testículos, simultaneamente.
59. Enquanto estiver fazendo oral no seu amor, passe o dedão de leve na área entre os testículos e o ânus. Ele vai ficar ainda mais excitado.
60. Não espere que o rapaz fique totalmente ereto para fazer sexo oral. Coloque tudinho na boca e sugue suavemente até ele ficar em ponto de bala.
61. Mantenha seus lábios contraídos enquanto estiver tocando as partes baixas dele — quanto mais firmes estiverem, mais prazer para o gato.
62. Intensifique o orgasmo do moço. Quando ele estiver chegando lá, agarre o bumbum dele e puxe-o para que o pênis chegue ainda mais fundo em você.
63. Agarre a zona P com uma mão e passe sua língua, bem rápido, imitando os movimentos de uma cobra, em todo o perímetro da ponta.
64. Conforme suas mãos viajam por diferentes partes do corpo do rapaz, sussurre em seu ouvido palavras que mostrem o tesão que você tem em tocá-lo. O arrepio que a pele dele provoca na sua...
65. Dê atenção especial aos testículos. Vale tudo: beijinhos, lambidinhas, roçar o nariz e as bochechas. Seja bem delicada, a região é ultrassensível.
66. Entrelace os dedos das mãos e faça movimentos verticais na zona sul do moço. Os nós dos dedos vão ajudar na fricção e ele vai ficar no ponto em um instante.
67. Segure o equipamento com uma mão e esfregue a ponta nos seus lábios antes de colocá-lo na boca. Com a outra, acaricie os testículos, fazendo movimentos circulares.
68. Os mamilos masculinos também são supersensíveis. Passe a língua de leve sobre eles e dê beijinhos. Quando ele estiver quase lá, aperte-os com bastante força.
69. Um pouco antes do orgasmo do seu amor, dê uma apertadinha de leve nos testículos. Isso o levará direto ao clímax.
70. Antes do sexo oral, chupe uma balinha de menta para deixar o prazer ainda mais refrescante.
PARA DELIRAREM JUNTOS
71. Experimente a posição cowgirl invertida. Coloque as mãos nas coxas do gato e controle os movimentos. Enquanto isso, ele só precisa tocar seus seios.
72. Durante a transa, comece a narrar no ouvido dele como seria se houvesse uma terceira pessoa na cama com vocês.
73. Misture 69 com espanhola. Enquanto seu lindo se deita sobre você e faz sexo oral, maturbe-o usando os seios.
74. Convide-o para ir ao clube de swing. Vocês podem só olhar, ser vistos, tocar e serem tocados... ou o que mais a imaginação permitir.
75. Transem sem se tocar diretamente. Usem lençóis de seda e linho para deixar a brincadeira ainda mais excitante!
76. Apoie a cabeça no travesseiro. Seu amor fica de joelhos sobre você, controlando o sexo oral. Depois, é a sua vez de gozar.
77. Dobre os joelhos até que eles encostem nos seus seios, quando estiver por cima. Sua abertura vai ficar mais estreita, dando maior prazer para você e para seu amor.
78. Atualizem um clássico: 69 é bom, mas se os dois ficarem deitados de lado pode ficar ainda melhor.
79. Escolha uma cena dos nossos Contos Eróticos para protagonizarem. Usar alguns acessórios ajuda a entrar no clima.
80. Quando você estiver quase explodindo de tesão, diga alguns palavrões. Se ele curtir, deixe a sua imaginação fluir...
81. Enquanto você estiver por cima, use um anel vibrador peniano. Deixe-o em contato com o clitóris. Isso irá triplicar o prazer dos dois.
82. Depois do banho, apoie-se na pia, deixando que o bonitão penetre você por trás. Olhe para os olhos dele pelo espelho.
83. Faça dois minutinhos de intervalo antes de trocarem de posição. Masturbe-se e deixe-o assistindo enquanto esperam o segundo round.
84. Filme a perfomance de vocês. Depois assistam ao espetáculo juntos.
85. Use um cinto de couro na cintura enquanto estiverem fazendo cachorrinho. Assim, ele pode puxá-la e vocês entram no mesmo ritmo com mais facilidade.
86. Troquem de posição quando seu amor estiver para terminar. Do estilo cachorrinho para conchinha. Se você estiver por cima, vire-se para um caubói de costas.
87. Durante o sexo oral, use bolinhas tailandesas. Peça para o bonitão colocar o cordão dentro de você enquanto beija sua zona V. Quando estiver gozando, puxe-o.
88. Antes do sexo anal, peça para ele fazer massagem ao redor do seu ânus com bastante lubrificante. Os músculos da região ficarão mais relaxados e você sentirá menos dor. E muito mais prazer.
89. Fique em silêncio até atingir o orgasmo... Depois, seus gemidos irão levá-lo às alturas.
90. Com os quadris grudados nos dele, façam movimentos para a frente e para trás. Deixe o clitóris em contato com o pênis.
91. Levante seus quadris quando montar nele. Assim, o moço consegue ver a própria performance enquanto entra e sai de você.
92. Prenda os braços dele quando estiver por cima. Homens gostam de ter a sensação de ser dominados. E você ainda dita o ritmo do sexo.
93. Coloque um filme pornô quando estiverem transando. Imagine que vocês estão competindo com o casal da tela para ver quem chega ao orgasmo primeiro.
94. Posicione um espelho em frente à cama. Além de assistir ao show, você pode manter contato visual com o gato, mesmo de costas para ele.
95. Bolinhas tailandesas ajudam a prepar a penetração do lado B.
96. Aproveite os dias quentes e teste o Kama Sutra de NOVA na piscina. Use seu biquíni mais sexy!
97. Em vez de sentar em cima do gato como caubói, fique de lado. O canal fica mais apertado.
98. Depois de gozarem, peça para ele continuar dentro de você. Relaxe e contraia a vagina até que a brincadeira comece de novo.
99. Não tire seu escarpim preto matador. Arranhe as coxas do gato com o salto enquanto ele estiver por cima.
READ MORE - 99 lições para se tornar uma expert na cama

14 coisas que toda mulher precisa saber sobre sexo

Mil maneiras de melhorar o sexo









1 - Formas originais de experimentar o proibido
Uma das mais inusitadas é a calcinha vibratória com controle remoto, como a que o advogado Antônio, 43 anos, deu para a mulher. "Parece um golfinho, e o bico fica na região da vagina", descreve ele. "A primeira vez que usamos foi em um restaurante. Era aniversário de um conhecido e o lugar estava cheio. Em dado momento, me afastei do grupo de amigos, fiquei de frente para minha mulher e liguei o troço. Podia sentir seu prazer pelo olhar, pela forma como passava a língua nos lábios... Naquela noite transamos muito em casa." Antes de as famosas volta e meia serem flagradas sem calcinha, a vendedora Maria, 43 anos, já usava a tática com os namorados. "Quando percebem que estou sem nada por baixo do vestido, ficam acesos na hora."
2 - Entra em cena a personal sex trainer
Para se soltar mais na cama, mulheres como a hair stylist Ana, 32 anos, estão apostando nos conselhos de uma expert em sexo. "Me casei muito nova e quando me separei, com 31 anos e um filho pequeno, fiquei perdida", afirma Ana. Então, bateu na porta da personal sex trainer indicada por uma amiga. "No curso de um mês, a professora se propôs a resgatar a deusa dentro de mim. Ela me ensinou a me vestir, falar, me comportar e andar, tudo para adquirir uma postura sensual sem cair na vulgaridade", explica. Logo depois, Ana começou a namorar e praticar o que aprendeu. "Me soltei e foi o máximo."
3 - Day spa vira preliminar de uma noite de amor
Entregar-se a um ritual de relaxamento e embelezamento a dois pode ser afrodisíaco. "Cinco anos atrás, recebíamos um casal por semana. Hoje, são dois por dia", conta Marília Estelita, gerente do Kabanah Spa, de São Paulo. "Uma bela massagem estimula a sensualidade", comprovou a dona-de-casa Vera, 45 anos. O economista Eduardo, 26 anos, que experimentou um desses pacotes com a mulher em um spa do Rio de Janeiro, concorda: "A terapeuta esfoliou nossa pele e untou nosso corpo com mel. Depois de retirar o produto, fomos a uma banheira com rosas, incenso e música. A pele ficou macia e cheirosa e a noite foi perfeita".
4 - Lubrificantes com anestésicos desmistificam o sexo anal
Essa forma de penetração não é tabu para o funcionário público Luciano, 40 anos, e a namorada. "Ficou ainda mais gostoso quando descobrimos alguns lubrificantes com efeito anestésico", diz. Um dos preferidos do casal é um gel mentolado. "Nunca tive preconceito, mas doía mesmo", afirma a vendedora Elaine, 30 anos. "Agora, a brincadeirinha deixou de ser um prazer só de meu namorado. Comecei a curtir também."
5 - Gastamos mais dinheiro com prazer
Em 2006, a Erotika Fair, feira erótica realizada em São Paulo, movimentou cerca de 4 milhões de reais. Segundo os organizadores, o negócio cresce em torno de 20% ao ano. E as mulheres representam 80% da clientela das butiques eróticas. A redatora publicitária Carolina, 38 anos, não economiza em lingeries. "Sempre renovo o estoque: tenho com cheiro, sabor, zíper na frente, de oncinha", descreve. Investe também em lençóis. Amo os de seda. São meio geladinhos e muito gostosos." O engenheiro Paulo, 38 anos, adora superprodução. Para pedir sua mulher em casamento, armou uma noite das Arábias, com dançarinas do ventre e tudo, no apartamento de um amigo, no Rio de Janeiro, à beira da piscina, com o Cristo Redentor refletido na água.
6 - Os cinco sentidos deixam o sexo mais quente
A personal sex trainer Fátima Moura, de São Paulo, explica que é preciso seguir um ritual. Primeiro vende seu par. Comece pela audição, com uma música inspiradora. Aguce olfato de seu parceiro borrifando no ambiente o seu perfume. Umedeça os lábios com um licor e aproxime-os da boca dele, roçando levemente, instigando o paladar. Mobilize sutilmente o tato, acariciando-o com uma pluma. E, finalmente, tire a venda e mostrese arrasadora numa camisola sexy - de preferência dançando languidamente. O ritual da socióloga Paula, 27 anos, não é menos sedutor. "Amo fazer massagem. Tenho um arsenal: champanhe, sorvete e uma música bem gostosa. Começo pelos pés e vou subindo", descreve. "Também adoro ler contos eróticos para ele: leio e acaricio, repetindo as situações do texto."
7 - Cresce a procura por cursos sobre sexo
"A mulher está melhor resolvida sexualmente, busca mais o prazer e isso inclui ir atrás de informação e tudo o que possa dar um upgrade no casamento", afirma Patrizia Cury, dona da butique erótica Maison Z, de São Paulo. Cursos e palestras viraram programa concorrido nas sex shops. Num deles a empresária Leda, 39 anos, aprendeu que não adianta só tirar a roupa, é preciso saber explorar a sensualidade em um strip tease. "Com as aulas de consciência corporal, perdi a vergonha e aprendi exercícios que despertam a energia sexual", ensina. Diplomada, ela surpreendeu o marido.
8 - Vibrador não é só objeto de prazer solitário
É o que têm notado os vendedores de sex shops. "Temos clientes que trazem o marido junto para escolher", afirma Ana Maria Faro, uma das sócias da Revelateurs, de São Paulo. Lá um dos modelos que fazem sucesso vem acoplado a um anel peniano. "Ganhei um aparelho desses do meu namorado. O estímulo é surreal e os orgasmos, fantásticos", diz a funcionária pública Tais, 28 anos.
9 - A moda do momento é o swing
Casados há 12 anos, a bióloga Maria e o administrador João, ambos de 41 anos, são swingers assumidos. "É uma forma de tirar o casamento da rotina. A primeira vez que fomos a uma casa de swing, só olhamos. Hoje somos freqüentadores", diz João. Para encarar essa, ele adverte: os dois precisam ter claros os limites. "Lá há todo tipo de jogos: casais que só aceitam mulheres, outros que permitem mais um homem na relação...", explica Maria. A vendedora Mariana, 43 anos, foi algumas vezes com o namorado. "Em uma sala chegamos a ver cinco pessoas juntas, transando. A gente, que estava só assistindo, também podia passar a mão. Saímos de lá superexcitados e tivemos uma ótima noite de sexo", revela.
10 - Estética íntima vira mania entre as mulheres
Elas descobriram que alguns retoques estratégicos produzem efeitos espetaculares. Há até profissionais especializados nessa área, como a ginecologista Glene Rodrigues, médica assistente do setor de sexologia do Hospital Pérola Byington, de São Paulo. Uma das intervenções disponíveis é o preenchimento dos grandes lábios da vagina com gordura retirada das coxas, técnica de embelezamento que trouxe novo vigor aos encontros da bancária Débora, 42 anos, com o namorado. "Sempre me incomodei com a aparência de minha vulva. Com a plástica, fiquei mais segura e isso se refletiu na cama", acredita. Também tem procura o implante de pêlos pubianos, principalmente a partir dos 40 anos. "Mulheres que se depilam muito começam a ficar 'carecas' nessa região", observa Glene. Para outros, brincar com a depilação é que causa efeito. Inspirada em uma cena de filme, a arquiteta Caroline, 37 anos, pediu que sua depiladora fizesse um desenho em forma de coração. "Depois, com uma calcinha mínima, daquelas de amarrar do lado, encontrei meu namorado. E disse no ouvido dele: 'Tenho uma surpresinha para você'. A temperatura subiu tanto que mal conseguimos terminar o almoço e corremos para um motel."
11 - A onda do crossdressing aguça o desejo
Representantes de ambos os sexos são adeptos do crossdressing: homens que se vestem de mulher, e vice-versa. "Não significa que sejam homossexuais, mas sentem prazer em se produzir como o outro", explica a psicóloga Arlete Gavranic, professora da pós-graduação da Faculdade de Medicina do ABC, na Grande São Paulo. Os seguidores têm até pontos de encontro em dois shoppings paulistanos. A estudante Cássia, 27 anos, garante que o troca-troca de figurino pode fazer maravilhas na cama. Uma vez ela encontrou calcinhas numa gaveta de um ex-namorado. "Ele disse que, às vezes, gostava de usá-las", conta. "Pedi que vestisse e me deu um tesão enorme ver aquele homem alto, cheio de pelos nas pernas, com uma calcinha lilás de florzinha. Não resisti à vontade de usar a cueca dele. Foi uma das melhores transas da minha vida", exulta.
12 - A internet esquenta a fantasia
Navegar na rede antes de ir para a cama é obrigatório para muitos casais. Um programa baixado da web que mostra filmes pornôs apimenta as noites do web designer Saulo, 33 anos, com a namorada: "É excitante ficar com ela escolhendo os filmes, vendo as cenas.
13 - Casadas vivem dia de garota de programa
Fábio, engenheiro mecânico, 34 anos, e a mulher foram ousados. Combinaram que ela se vestiria de garota de programa e o aguardaria na esquina da Avenida Atlântica, em Copacabana, ponto tradicional de prostituição no Rio de Janeiro. "Ela estava com uma saia mínima, cinta-liga vermelha e blusinha que deixava o umbigo à mostra. Os carros que passavam buzinavam para ela, o que aumentou meu tesão", conta Fábio. A namorada do produtor cultural Carlos, 27 anos, mandou para o escritório dele um envelope com uma fotomontagem dela e a frase "gatinha sensual quer oferecer a você uma noite de prazer e loucura". "Pirei! Aquele dia de trabalho custou muito a passar", confessa.
14 - Solteiros também fazem terapia de casal
É tendência nos consultórios: "Cresce o número de namorados e noivos que procuram terapia sexual", garante a psicóloga Arlete Gavranic. Monotonia na relação ou disfunções sexuais são as principais queixas. A publicitária Mariana, 35 anos, e seu namorado estavam juntos fazia um ano quando tentaram esse caminho. "Nossa relação era gostosa, mas morna", conta ela. Em quatro meses de análise, Mariana descobriu coisas sobre Paulo que ele não teria coragem de lhe contar no dia-a-dia. "Ele adora se masturbar e se excita ao me ver fazendo o mesmo", revela. "A cama ficou melhor: temos mais intimidade, sabemos melhor o que gostamos."
READ MORE - 14 coisas que toda mulher precisa saber sobre sexo